jusbrasil.com.br
18 de Outubro de 2018

Quais os cuidados ao alugar um imóvel para temporada?

Veja algumas dicas recomendáveis para evitar problemas.

Patrícia Teixeira, Advogado
Publicado por Patrícia Teixeira
há 10 meses

Em busca de liberdade, economia e afim de curtir momentos agradáveis com a família, muitas pessoas optam pelo aluguel por temporada nas férias. E para evitar possíveis dores de cabeça é preciso estar atento a alguns cuidados.

Faça sempre uma boa pesquisa

As precauções começam por pesquisar bastante sobre a idoneidade do locador (ou da imobiliária) e checar as características do imóvel indicadas na oferta. Busque referências com amigos ou a partir de comentários na internet de outros clientes que já se hospedaram no local.

Verifique a localização do imóvel

Consulte o endereço no Google Maps, ou ferramentas similares, e veja a distância do local até os principais pontos que pretende visitar, o centro e o aeroporto ou rodoviária, por exemplo.

Observe também as condições de acesso ao local, a infraestrutura da região - se há padarias, açougues, supermercados próximos -, bem como as condições de segurança do imóvel.

De olho no contrato

Caso a locação seja feita diretamente com o proprietário, sem intermediação de uma imobiliária, por exemplo, faça um contrato detalhando o que foi tratado verbalmente, como as datas de entrada e saída do imóvel, nome e endereço do proprietário, preço e forma de pagamento, local de retirada e entrega das chaves etc.

Problemas?

Se houver problemas, tente resolver amigavelmente com o fornecedor e, caso não obtenha sucesso, procure o Procon ou o Juizado Especial Cível (JEC).

Importante lembrar que, sites de aluguel de temporada (que realizam todo o trâmite de contratação, inclusive de pagamento) são solidariamente responsáveis por problemas com a locação.

É aconselhável também evitar efetuar o pagamento de 100% do valor combinado antes de se imitir na posse. Recuse-se a depositar valores em nome de pessoas estranhas à transação, a não ser quando a relação com o terceiro for devidamente comprovada.

Outra dica diz respeito à vistoria do imóvel. O locatário deve vistoriar o imóvel no momento da chegada e, uma vez detectado qualquer problema ou divergência entre este e o laudo de vistoria assinado, comunicar imediatamente e por escrito ao locador.

É preciso, ainda, se inteirar das normas internas do condomínio, se for o caso, principalmente no que diz respeito a comportamento, animais e respeito aos vizinhos.

Importantíssimo: cuide do imóvel alugado como se fosse de sua propriedade e boas férias!

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)